A Igreja está Viva!

O cabeça da igreja é Cristo (Ef 5:23). Cristo venceu a morte e ressuscitou (Lc 24:5,6), Ele é eterno e imortal (1 Tm 1:17).

A igreja é o corpo de Cristo, aquele que venceu a morte, ressuscitou, é eterno e imortal, então a igreja está e sempre estará viva!

A Igreja está viva para aqueles que foram “salvos, mediante a fé” em Cristo Jesus (Ef 2:8). A Igreja está viva para aqueles foram sepultados juntamente com Cristo, no batismo, e igualmente foram ressuscitados “mediante a fé no poder de Deus que o ressuscitou dentre os mortos” (Cl 2:12). A Igreja está viva para aqueles que já não estão condenados porque estão em Cristo Jesus (Rm 8:1). A Igreja está viva para aqueles que crucificaram a carne , com suas paixões e concupiscências, e agora vivem e andam no Espírito (com “E” maiúsculo). (Gl 5:24,25). A Igreja está viva para aqueles que amam o próximo como a si mesmos (Mt 22:39, e muitos outros). A Igreja está viva para aqueles que vivem, no presente século, sensata, justa, e piedosamente (Tt 2:12). A Igreja está viva para aqueles que aguardam novos céus e nova terra (2 Pe 3:13). A Igreja está viva porque Cristo a amou, a si mesmo se entregou por ela, a santificou, a purificou, para apresentá-la a si mesmo Igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito (Ef 5:25-27).

 A igreja está viva, porque Cristo está vivo! A Igreja está viva, porque ele nos vivificou!

 A Igreja não está viva por causa da nossa sabedoria; a Igreja não está viva por causa do nosso dinheiro; a Igreja não está viva por causa do marketing; a igreja não está viva por causa da nossa capacidade; a Igreja não está viva por causa do nosso planejamento; a Igreja não está viva por causa dos nossos eventos; a Igreja não está viva por causa da ajuda daquele candidato; a Igreja não está viva por que tem “o templo mais moderno do Brasil”; a Igreja não está viva por que a agenda está cheia; a Igreja não está viva por nosso esforço.

 A Igreja está viva porque tem gente. A Igreja está viva porque essa gente foi vivificada.

A Igreja está viva porque seu dono está vivo “antes de todas as eras, e agora, por todos os séculos. Amém!”. (Jd 25).

 

Photo by Tim Wright on Unsplash
Anúncios

Doze Razões Por Que Ser Membro de Igreja é Importante

Por Jonathan Leeman

1 – É bíblico. Jesus estabeleceu a igreja local, e todos os apóstolos realizaram seu ministério por meio dela. A vida cristã no Novo Testamento é uma vida de igreja. Hoje os cristãos devem esperar e desejar o mesmo.

2 – A igreja é seus membros. No Novo Testamento, ser uma “igreja” é ser um de seus membros (leia Atos dos Apóstolos). E você quer ser parte da igreja porque foi ela que Jesus veio buscar e reconciliar consigo mesmo.

3 – Ser membro da igreja é um pré-requisito para a Ceia do Senhor. A Ceia do Senhor é uma refeição para a igreja reunida, ou seja, para os membros (veja 1 Co 11.20, 33). E você quer participar da Ceia do Senhor. O ser membro de igreja é a “camisa” que torna o time da igreja visível ao mundo.

4 – É a maneira de representar oficialmente a Cristo. Ser membro de igreja é a afirmação da igreja a respeito do fato de que você é um cidadão do reino de Cristo e, por isso, um representante autorizado de Jesus diante das nações. E você quer ser um representante oficial de Jesus. Intimamente relacionado a isto…

5 – É a maneira como o crente declara sua mais elevada lealdade. O fato de que você pertence ao time que se torna visível quando você veste a “camisa” é um testemunho público de que sua mais elevada lealdade pertence a Jesus. Provações e perseguição podem surgir, mas suas únicas palavras são: “Pertenço a Jesus”.

6 – É a maneira de incorporar e experimentar figuras bíblicas. É na estrutura de prestação de contas da igreja local que os cristãos vivenciam ou incorporam o que significa ser o “corpo de Cristo” , o “templo do Espírito”, a “família de Deus” e todas as outras metáforas bíblicas (veja 1 Co 12). E você quer experimentar a interconectividade do corpo de Cristo, a plenitude espiritual de seu templo, a segurança, a intimidade e a identidade comum da família de Deus.

7 – É a maneira de servir aos outros cristãos. Ser membro de igreja ajuda você a saber por quais cristãos, no planeta Terra, você é especificamente responsável para amar, servir, confortar e encorajar. Ser membro de igreja capacita você a cumprir suas responsabilidades bíblicas para com o corpo de Cristo (por exemplo, veja Ef 4.11-16; 25-32).

8 – É o meio de seguir os líderes cristãos. Ser membro de igreja ajuda-o a saber que líderes cristãos, no planeta Terra, você é chamado a seguir e obedecer. Também lhe permite cumprir sua responsabilidade bíblica para com eles (veja Hb 13.7, 17).

9 – Ser membro de igreja ajuda os líderes cristãos a liderar. Permite que eles saibam quais são, no planeta Terra, os cristãos pelos quais eles “hão de prestar contas” (At 20.28; 1 Pe 5.2).

10 – Ser membro de igreja capacita a disciplina eclesiástica. Dá a você o lugar prescrito biblicamente em que deve participar na obra de disciplina eclesiástica, de maneira responsável, sábia e amorosa (1 Co 5).

11 – Provê a estrutura para a vida cristã. Coloca a afirmação individual do cristão de “obedecer” e “seguir” a Jesus em um ambiente de vida real, no qual autoridade é realmente exercida sobre nós (veja Jo 14.15; 1 Jo 2.19; 4.20-21).

12 – Edifica um testemunho e convida as nações. Ser membro de igreja coloca o governo de Cristo em exibição para o mundo que nos observa (veja Mt 5.13; Jo 13.34-35; Ef 3.10; 1 Pe 2.9-12). Os próprios limites que são traçados ao redor do ser membro de igreja produz uma sociedade de pessoas que convida as nações a algo melhor.

Este artigo foi extraído do livro Church Membership: How the World Knows Who Represents Jesus, de Jonathan Leeman.